Invent

Notícias


TCS Notícias 073/2016: Ataque usa ‘chamada de vídeo’ do WhatsApp para disseminar vírus

Uma nova campanha maliciosa circula no WhatsApp com a promessa de um novo recurso de chamada de vídeo no aplicativo. O ataque tem foco em donos de celulares iPhone, visto que esse recurso já está disponível para usuários de Android.

Segundo a Kapersky Lab, a campanha falsa envia um link para ativar o recurso: ao clicar no link, ao usuário será solicitado disseminar a mensagem para seus contatos e ao completar essa etapa, ele será direcionado para a instalação de softwares de origem duvidosa.

São programas suspeitos que promete otimização do aparelho, navegadores e jogos. Alguns links redirecionam as vítimas para páginas de serviços premium em que, caso o usuário informe seu número, será cadastrado nesses serviços e um valor semanal será descontado de sua conta, ou de seus créditos.

Segundo a empresa de segurança, “aos usuários interessados no novo recurso, o conselho é esperar, pois brevemente o WhatsApp disponibilizará o recurso em todas as plataformas. Essa é uma tática comum dos criminosos, que exploram novos recursos e novidades de plataformas populares em seus golpes”.

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=43934&sid=18

Leia mais...


TCS Notícias 072/2016: Telefónica Vivo diz que não quer a Sky, mas admite uma possível avaliação

A Telefônica Vivo não está interessada em comprar a Sky, caso, de fato, a AT&T tenha de vender o ativo por conta da aquisição da Time Warner,sustentou o CEO da empresa, Amos Genish, em teleconferência de resultados do terceiro trimestre para analistas, realizada nesta quarta-feira, 26/10. Mas deixou uma porta aberta ao dizer que poderia avaliar o ativo e o retorno que ele poderia dar ao negócio mais à frente.
Genish reforçou que na TV por assinatura o alvo é aumentar a base de clientes no IPTV no acesso de alta velocidade em fibra. Não por acaso, a operadora reforçou que boa parte dos investimentos para os próximos trimestres serão na ampliação da rede de FTTH para mais cidades – 15 ao todo – e a venda de pacotes de alta velocidade. O 4G também é prioridade para os aportes.

No 3º trimestre, a Telefônica investiu R$ 1,9 bilhão. A expectativa é que a operadora aporte R$ 8 bilhões no Brasil em 2017. Genish defendeu ainda o PL 3453 que tramita no Congresso Nacional, mas não se mostrou otimista com a sua aprovação ainda este ano. Empresa também anunciou um processo de insourcing, inclusive no call center, que poderá resultar em enxugamento do quadro de atendentes.

 

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=43881&sid=8

 

Dep MKT TCS

Leia mais...


TCS Notícias 071/2016: LinkedIn: novas tecnologias vão, sim, roubar vagas até 2020

O CEO do LinkedIn, site de recrutamento comprado pela Microsoft, Jeff Weiner, foi bastante pessimista com relação à oferta de empregos até 2020. Segundo ele, as novas tecnologias, como a inteligência artificial e os sistemas cognitivos, vão ‘roubar’ cinco milhões de vagas no mundo.

“Nos próximos quatro anos estão prevendo que sete milhões de empregos vão desaparecer, mas como dois milhões de empregos serão criados com o avanço da tecnologia, o déficit ficará nos cinco milhões. Uma cifra alta, mas que será inevitável”, disse o executivo, em um evento nos Estados Unidos.

Os dados apresentados pelo CEO do LinkedIn já foram colocados ao mercado por um relatório da consultoria Forrester Research. O estudo apontava que os sistemas de inteligência artificial vão substituir 7% dos empregos nos Estados Unidos até 2025. O levantamento mostra ainda que os robôs, as máquinas inteligentes e os sistemas de machine learning substituirão 16% dos trabalhadores norte-americanos. Mas as novas tecnologias também vão gerar empregos – 9%, o que determina esse índice de 7%.

O estudo, feito por Craig LeClair e J.P. Gownder, mostrou que os robôs vão substituir alguns trabalhadores humanos, mas que a tecnologia também vai criar empregos novos e mais interessantes para as pessoas. Tanto que a consultoria projeta a criação de 13,9 milhões de novos postos de trabalho nos Estados Unidos nos próximos nove anos.

O relatório da Forrester Research apontou que os funcionários de suporte administrativo e de escritórios serão “aqueles destruídos mais rapidamente” com a maior perda de empregos nesta categoria acontecendo entre 2016 e 2020. Já os que trabalham com vendas e outros cargos relacionados precisam ficar atentos, completam os analistas.

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=44043&sid=46#.WDNU1rIrLIU

DEP MKT TCS

Leia mais...


TCS Noticias 070/2016: Black Friday faz varejista antecipar compras e venda de smartphones dispara no 3º tri

Depois de cinco trimestres de queda o mercado de celulares no Brasil voltou a apresentar números positivos. De acordo com o estudo IDC Brazil Mobile Phone Tracker Q3, realizado pela IDC Brasil, entre os meses de julho e setembro foram vendidos 12.556 milhões de dispositivos no país, sendo 11.136 milhões smartphones e 1. 419 milhão feature phones (aparelhos convencionais, sem sistema operacional).

Este número é 7.2% maior do que o apresentado no mesmo período de 2015 e 4.2% maior na comparação com o segundo trimestre de 2016. Do total de aparelhos vendidos, 4.5% têm sistema operacional iOS e 95.5% Android.

Ainda segundo o estudo da IDC, quando comparado o terceiro trimestre de 2016 com o mesmo período de 2015, a venda de smartphones foi 3.6% maior e a de feature phones foi 48.4% maior. Já na comparação do terceiro trimestre de 2016 com o segundo trimestre deste ano, smartphones cresceram 3.3% e feature phones 12,2%.

“O terceiro trimestre nos surpreendeu positivamente. Os varejistas anteciparam as compras e abastaceram os estoques para a Black Friday, enquanto os fabricantes enxugaram os portfólios de modo a atender a demanda com preços mais competitivos. Nem mesmo fabricantes e varejistas esperavam um crescimento nesta velocidade. Podemos dizer que a Black Friday se tornou a data mais importante do calendário para o mercado de celulares”, declara Diego Silva, analista de pesquisa da IDC Brasil.

Em termos de receita, o mercado de smartphones chegou a R$ 10.7 bilhões  de julho a setembro e o de feature phones atingiu R$ 179.8 milhões. Já o ticket médio dos aparelhos inteligentes foi de R$ 962,96 e dos celulares convencionais foi de R$ 126,65.

“Os números comprovam que o brasileiro deixou de ser ingênuo na hora de comprar um celular e que os fabricantes estão fazendo um esfoço grande para oferecer robustez e preços menores. Os aparelhos que custam até R$ 999 representam 76,1% do mercado total. Porém, notamos um movimento bastante rápido na demanda de modelos premium, por isso, a concorrência dos aparelhos com preço acima de R$ 3 mil está bastante acirrada”, completa o analista da IDC.

Para os últimos meses de 2016, a IDC prevê um mercado ainda aquecido. “Nossa expectativa para 2016 era de que o mercado atingisse 40,3 milhões de unidades vendidas. Porém, já estamos revendo estes números e esperamos uma queda um pouco menor em relação ao ano de 2015, quando foram comercializados 47 milhões de aparelhos”, finaliza Silva.

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=44051&sid=17#.WDNUZ7IrLIU

Dep MKT TCS

Leia mais...


TCS Notícias 069/2016: e-commerce nacional projeta faturar R$ 2 bilhões com megavenda no dia 25 de novembro

Apesar do baixo índice de consumo das famílias brasileiras devido à recessão econômica, a Black Friday, que acontece este ano no dia 25 de novembro, deve aquecer o mercado de varejo físico e online. O evento é a maior data de venda do e-commerce no ano já superando o Natal e outras datas sazonais consideradas importantes pelo comércio, como o Dia das Mães e Dia das Crianças.

De acordo com estimativa de dados gerados a partir do histórico das edições anteriores e com base no tráfego (www.blackfriday.com.br), idealizador do evento no Brasil, no período,  em 2016, a expectativa de faturamento é alcançar a marca de R$ 2 bilhões, um aumento de 34% em relação  a 2015, quando movimentou  mais de R$ 1,53 bilhão.

Segundo o levantamento, na Black Friday de 2015 foram registrados mais de 3,1 milhões de pedidos. Neste ano, não será diferente e a previsão é aumentar o número em 29%, ultrapassando os 4 milhões de pedidos. 

“No ano passado tivemos uma alta de 49% e essa tendência de crescimento deve se confirmar ainda mais com a crise econômica. As pessoas estão aguardando a data para as compras de fim de ano. Quem não estava comprando por causa da recessão vai aproveitar o evento atraído pelos descontos”, diz Ricardo Bove, diretor da BlackFriday.com.br.

Ainda de acordo com o mapeamento, o ticket médio na Black Friday, que já é consideravelmente maior do que o de uma data normal no comércio virtual  – cerca de 30%,  deverá ter uma variação em torno de 5%, um pouco acima de R$500,00. “No ano passado, o gasto médio foi de R$ 492,00 e para este ano espera-se leve aumento,  devido ao amadurecimento da data e relativa estabilização dos produtos mais procurados”, afirma Bove.

No estudo da BlackFriday.com.br as principais intenções de compras  para a edição 2016 são ligadas aos produtos com maior valor agregado e de desejo. Os itens que devem se destacar serão  os smartphones, seguidos por televisores, notebooks e eletrodomésticos. Em 2015, as cinco categorias que mais faturaram na data foram os eletrodomésticos  (R$ 371 milhões), celulares  (R$ 328 milhões), eletrônicos (R$240 milhões), informática (R$147 milhões) e móveis (R$74 milhões).

As passagens aéreas e pacotes de viagens também são itens que deverão apresentar resultados expressivos neste ano. “Há cerca de três anos, esses segmentos eram um pouco descolados do calendário de promoções, mas agora embarcaram de vez na Black Friday. Para se ter uma ideia, na edição de 2015 as passagens aéreas e os pacotes de viagem  cresceram em procura da 20ª posição para a 15ª  posição,  e a expectativa para este ano é que se consolidem entre os  dez mais procurados”, explica Ricardo Bove.

Para o executivo, os maiores diferenciais que o consumidor busca no ato da compra  são o preço dos produtos, parcelamento e confiança nas marcas. “Especialmente na Black Friday, além do desconto oferecido, que é o primeiro item para a decisão de compra, a navegabilidade e manutenção do site no ar são quesitos  muito importantes para os usuários que compram pela internet. Se por algum motivo o consumidor não conseguir finalizar a compra, a loja perde a venda e um futuro cliente devido a experiência ruim com o site”, assegura Bove.

Para a blackfriday.com.br de 2016 estão sendo previstas melhorias de usabilidade pensando no consumidor, como destaque diferenciado entre cupons e produtos bem como navegação mais clara e direta para as categorias de maior interesse do usuário. “Realizando a Black Friday desde 2011 identificamos algumas necessidades do consumidor e para este ano preparamos melhorias de experiência do usuário, como um menu permanente somente com as categorias mais desejadas”, revela o executivo.

Por fim, o levantamento da blackfriday.com.br constatou  que 72% das pessoas tiveram uma boa experiência em compras no Black Friday 2015, 89% indicariam um amigo ou parente a comprar no Black Friday, e 92% pretendem comprar no Black Friday 2016.

A Black Friday chegou ao Brasil em 2011, com o portal Busca Descontos, e desde então cresce exponencialmente,  batendo recorde de vendas ano a ano. “Diferentemente dos Estados Unidos, começamos com um evento online que passou para o varejo físico e, atualmente, a  Black Friday brasileira atinge desde o pequeno até o grande varejista. Os lojistas entenderam essa concorrência e estão se preparando cada vez mais para a data com o intuito de atender a  demanda e aos consumidores mais informados”, diz Ricardo Bove.

Para este ano, a blackfriday.com.br  terá uma novidade para melhorar a experiência de busca do usuário, facilitando a procura e apresentando  os produtos de seu real interesse. Os consumidores terão a disposição um  chat inteligente no Facebook, produzido pela empresa Smarkio (www.smarkio.io) – desenvolvedora de soluções para mobile do Impact Group, onde poderão conversar com a ferramenta e, assim, obter as principais ofertas dos produtos que estão interessados em comprar. 

Das 00h de 25 de novembro às 23h59 do mesmo dia, os consumidores terão a oportunidade de economizar em diversos setores durante a BlackFriday.com.br. O evento, lançado pelo Busca Descontos, está em sua sétima edição e já tem grandes varejistas e empresas confirmadas, como Walmart, Marisa, Natura, Passarela e Hering e Azul.

Para ter acesso às ofertas exclusivas da data, o usuário já pode se cadastrar no site da ação. Além disso, os consumidores que se inscreverem com antecedência no portal em novembro concorrem a um carro Zero KM.

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=43899&sid=5 

Leia mais...


TCS Notícias 068/2016: NBA terá câmera especial para transmissão de jogos pelo celular

A temporada 2016/2017 do campeonato de basquete dos Estados Unidos começa nesta semana e a NBA anunciou que haverá novidades na transmissão dos jogos a partir do próximo 28/10: um pacote especial para assistir o campeonato pelo celular, com imagens diferentes daquelas que serão transmitidas pela televisão. 

Trata-se de um pacote adicional, batizado Mobile View, dentro do sistema de assinatura de transmissão dos jogos League Pass. A novidade é que a liga de basquete promete que haverá câmeras específicas para a transmissão pelos dispositivos móveis, que passarão os jogos com zoom mais próximo do que da TV. 

Segundo a NBA, além de câmeras em todas as arenas durante o campeonato, a própria edição de imagens será feita separadamente por um produtor escalado para essa missão específica. 

* Com informações da The Verge

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=43852&sid=17&user=#.WBspfi0rLIU

Leia mais...


TCS Noticias 067/2016: Em projeto piloto em Araras, SP, banda larga móvel alcança 682 Mpbs

 

A Claro, a Ericsson e a Qualcomm finalizaram os testes com a tecnologia, chamada por eles de 4,5G, agregando as frequências de 2.600 e 1.800MHz. O projeto piloto, que aconteceu em Araras, no interior de São Paulo, alcançou velocidades de até 682 Mbps. Dessa forma, será possível obter uma experiência de navegação próxima ao conceito 5G.

Nos testes realizados em Rio Verde, em dezembro do ano passado, foram agregadas além das frequências de 2.600 e 1.800MHz, a de 700MHz, adquirida em Leilão. Na ocasião, cada faixa possuía apenas uma banda liberada. Em Araras, local escolhido para o projeto, a faixa de 2.600MHz já opera com duas bandas liberadas, ampliando a capacidade da frequência utilizada.

“Este trabalho teve início há meses atrás, com os testes de Rio Verde, onde atingimos velocidade de 300 Mbps em nossa rede. Agora, estamos mais que duplicando este resultado, mesmo sem a liberação da faixa de 700 MHz, ainda em andamento”, afirma André Sarcinelli, diretor de engenharia da Claro. Para atingir esta velocidade, além das frequências agregadas, foram realizadas melhorias de software para as redes LTE disponíveis hoje.

As características combinadas incluem a utilização das tecnologias 4X4 MIMO, que dobra a capacidade de transferência de dados transmitidos para o smartphone do usuário, permitindo assim maior capacidade e taxa de transferência de dados; e LTE 256 QAM, que amplia a modulação no espectro disponível e melhora a eficiência da rede multiplicando a taxa de transferência por 1,33 para os terminais móveis. O piloto utilizou um terminal de testes com o modem Qualcomm® Snapdragon™ X16 LTE.

“Os padrões LTE-A e Gigabit LTE permitirão às operadoras oferecerem maior aumento de velocidade a seus clientes, conforme caminhamos para o 5G. A Ericsson tem esse compromisso com a evolução da rede móvel e o mercado brasileiro, trazendo as mais inovadoras e recentes tecnologias disponíveis em nível internacional”, Eduardo Ricotta, vice-presidente da Ericsson responsável pela unidade de negócio no Brasil.

“O modem Snapdragon X16 LTE da Qualcomm é uma das mais recentes inovações na tecnologia móvel, além de um importante marco no caminho rumo ao 5G. Estamos muito confiantes em colaborar com esses líderes do setor – Claro e Ericsson –, para trazermos essas inovações para os usuários brasileiros”, afirma Rafael Steinhauser, vice-presidente sênior e presidente da Qualcomm América Latina.

*Com informações da Claro, Ericsson e Qualcomm

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=43925&sid=17#.WBspDC0rLIU

Leia mais...


TCS Noticias 066/2016: CenturyLink supera Google e compra Level 3 por R$ 80 bi

A CenturyLink superou os rumores, que davam o Google como o grande favorito a comprar a Level 3, anunciou nesta segunda-feira, 31/10, a aquisição da empresa por US$ 25 bilhões – coisa de R$ 80 bilhões – embora o acerto  deva chegar em R$ 100 bilhões por incluir ainda dívidas que serão assumidas pela compradora.O negócio terá impacto direto no Brasil onde a Level 3 tem rede nacional de fibra óptica e data center em São Paulo.

A CenturyLink tem cerca de 6 milhões de assinantes residenciais nos EUA – a empresa é sediada na Louisiana – mas é forte mesmo no mercado corporativo (60% da receita). Aos seus 400 mil km de extensão de fibras ópticas nos Estados Unidos e outros 500 mil km redes de transporte internacional, somam-se mais de 300 mil da Level 3, que atua somente no mercado corporativo – o que envolve 100 mil km de fibras em 350 áreas metropolitanas e mais de 50 mil km em cabos submarinos. 

Nos números apresentados nesta mesma segunda, a CenturyLink faturou US$ 4,4 bilhões no último trimestre, com lucro de US$ 152 milhões. A Level 3 teve lucro semelhante, US$ 143 milhões, e receita de US$ 2 bilhões – US$ 1,4 bi em serviços de rede empresariais, US$ 510 milhões em serviços de rede no atacado e US$ 103 milhões em serviços de voz. 

“A economia digital depende de conectividade em banda larga e junto com a Level 3 teremos uma das redes de fibras mais robustas e um dos serviços de dados mais rápidos do mundo”, declarou o presidente da CenturyLink, Glen Post.

O negócio foi apresentado como vantajoso pela sinergia entre as duas empresas – e sustenta que ela vai resultar em uma economia operacional de US$ 975 milhões por ano, ou algo próximo dos R$ 3 bilhões. A transação precisa de aprovação da FCC e a estimativa é de que seja concluída em um ano. 

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=43910&sid=5 

Leia mais...


TCS Notícias 065/2016: Ataque que usa tag do Google afeta a mais de 1,5 milhão de brasileiros

Uma nova modalidade de ataque cibernético, batizado de Google Tag Manager Abuse (Ataque ao Gerenciador de Tags do Google), hackeia as contas de empresas do Gerenciador de Tags do Google (GTM), ferramenta gratuita bastante utilizada para marketing corporativo. Em poucas horas, mais de 1,5 milhão de pessoas foram atacadas e seus dados bancários podem ter sido roubados, revelam especialistas da PSafe.

Ao invadir as contas Google de grandes empresas, os cibercriminosos acessam os códigos originais da página e incluem códigos maliciosos. Com isso, sites confiáveis e conhecidos, com milhões de acessos, acabam atuando como ponto de distribuição de malwares que, neste caso, visavam dados bancários dos internautas.

Este ataque traz um alerta para os usuários que acreditam que têm suas navegações seguras pois não acessam sites considerados vulneráveis. Todo e qualquer site de empresas confiáveis está sujeito à ação de hackers que visam atingir o usuário.

Como funciona?

Quando o internauta acessa a página que contém o código inserido pelo hacker, ele baixa automaticamente para seu computador um documento em “.zip”, que é um compactador de arquivos bastante popular no mercado.

Este documento contém um arquivo prejudicial ao computador com o título “módulo de segurança”. Ao abrir e executar este documento, o arquivo instala um vírus no computador do usuário, deixando os dados bancários do usuário em risco.

Ações engenhosas como esta são mais difíceis de serem encontradas e mostram que, devido aos avançados e eficientes mecanismos de segurança utilizados pelas empresas, os hackers estão buscando novas formas de atacar sites sem, necessariamente, invadi-los.

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=43687&sid=18

Dep. MKT 

Leia mais...


TCS Notícias 064/2016: Pokémon GO, Realidade Aumentada e planos corporativos

 

Na última reunião do G100, em que se discutia os cenários para a economia brasileira, um assunto aparentemente desconectado entrou na discussão e tomou a atenção de todos: a chegada do Pokémon GO ao Brasil.

Vários executivos tinham casos interessantes sobre a aplicação do jogo que utiliza realidade aumentada (RA) no mundo dos negócios, como por exemplo, o L’Inizio, um restaurante bar em Long Island, Nova York, que aumentou suas vendas em 75% no fim de semana pela ativação do recurso “módulo de atração” que traz personagens virtuais Pokémon para a loja.

É muito possível que o Pokémon GO se converta rapidamente em uma plataforma social de geolocalização. Especialistas em marketing já avaliam direcionar investimentos para o Pokémon GO à medida que o jogo atraia uma base maior de usuários.

Por mais que associemos inicialmente a utilização destas tecnologias e aplicativos à área de Entretenimento Digital, Marketing e Publicidade, suas aplicações são muito mais abrangentes.  Vários investimentos vêm acontecendo para o emprego de RA em áreas como: Educação, Arquitetura, Construção, Viagens e Medicina. A Juniper Research projeta que tecnologias de Realidade Aumentada impulsionarão as receitas anuais de aplicativos, que alcançarão US$2,4 bilhões em 2019.

E como o Pokémon GO chegou a uma discussão sobre rumos da economia? A questão inicial era: como planejar em um ambiente em que mudanças tecnológicas, disruptivas, surgem em velocidade cada vez maior?

Particularmente tenho a convicção que os antigos planos estratégicos de 3-5 anos se tornaram parcialmente obsoletos. A grande discussão que devemos priorizar é como liderar na era digital. A convergência de várias tecnologias como: mobilidade, analytics, plataformas e mídias sociais, cloud computing, novos dispositivos tornam as mudanças cada vez mais intensas e rápidas. A forma de se relacionar com as pessoas, funcionários e clientes, e até mesmo os atuais modelos de negócios são diretamente impactados por essa realidade.

Didier Bonnet e Andrew McAfee, no recém lançado livro ‘Liderando na Era Digital’ (baseado em uma pesquisa conjunta entre MIT Center For Digital Business e a Capgemini Consulting), destacam que as empresas devem construir sua transformação digital repensando seus modelos e processos de negócios como um todo e, também, a forma de se relacionar com seus clientes. E o sucesso desta iniciativa só é possível a partir de uma liderança forte, que conduza e tenha a visão voltada à transformação.

A Accenture, em sua publicação ‘Accenture Technolgy Vision 2016’, apresenta outro aspecto fundamental em toda esta discussão: a supremacia das pessoas na era digital. E essa é a base para responder à pergunta: Como planejar em um ambiente em que mudanças tecnológicas, disruptivas, surgem em velocidade cada vez maior? Criando uma cultura corporativa que privilegie a aproximação com os clientes, que repense constantemente seus modelos e processos de negócios, mas que coloque as pessoas em primeiro lugar. Os fatores tecnológicos são ferramentas, meios para alcançar os objetivos e têm que ser vistos desta forma.

As pessoas continuam sendo o grande fator de mudança e sucesso! O papel de um líder é o de conduzir esta mudança, inspirar as pessoas a buscar novas habilidades e se adaptar a esta realidade. A tecnologia é insumo imprescindível às empresas, mas as pessoas são estratégicas.

Paulo Roberto Ferreira é executivo de tecnologia da informação e Membro Titular do G100 Brasil

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=43284&post%252525255Fdata=&sid=15

Dep. MKT TCS

Leia mais...

Twitter


Entre em contato

E-mail: contato@consultoriatelecom.com.br
Tels: (55 11) 4119-8570

Translator

Portuguese flagItalian flagEnglish flagFrench flagSpanish flag

Visit also our social profiles:

Scroll to top